PRIMEIROS SOCORROS COM TRATAMENTOS NATURAIS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PRIMEIROS SOCORROS COM TRATAMENTOS NATURAIS

Mensagem por Palavra de Condão em Dom Jul 20, 2008 2:13 am

Antes de mais nada, gostaríamos de lembrar que esses tratamentos são complementares à medicina alopática. O primeiro procedimento é chamar ajuda médica quando a situação é extrema. Os procedimentos apresentados devem ser utilizados para melhorar o processo de cura e dar alívio ao paciente.

FITOTERAPIA

o Fraturas: lavar a parte afetada e fazer compressas com chá de cavalinha, confrei, arnica, arruda, erva-de-Santa-Maria, taiuiá, vassorinha. (BRÜNING, 2000, p. 311)
o Hemorragias: podem vir a ser combatidas com algodoeiro (uterina), bolsa-de-pastor, calêndula, canela (moída em chá), cavalinha, confrei, cenoura, semente de girassol, guaraná, casca de limão, flores de romã, sete-sangrias, tansagem, salsa (colocar folhas esmagadas no nariz). (BRÜNING, 2000, p. 319)
o Picadas venenosas: o calcário que existe entre os nós das hastes do bambu comum é um contra-veneno universal (para todas as picadas venenosas); compressa de malva branca, suco da casca da guaçatonga, suco de limão, chá de guaco. (BRÜNING, 2000, p. 353)
o Queimaduras: aplicar suco de folhas de algodoeiro, de babosa, de beldroega, de borragem, de mil-em-rama ou pronto-alívio; sabugueiro, manjerona cozida confrei, vapor de cavalinha ou flor de arnica. Tomar chá de urtiga branca, cavalinha, pariparoba e muito limão. (BRÜNING, 2000, p. 366)

Algumas plantas têm mais de uma indicação de uso:

o Feijão Andu: é a melhor planta para casos de processos alérgicos, problemas de pele e renite (tomar um copo do chá acaba com a crise). (FARIAS; GAIO, 2001, p.74)
o Arnica: é indicada em casos de contusões, entorses, hematomas e distensões musculares. Diluir a tintura (20g de flores em 100ml de álcool 60º GL) em 500ml de água, aplicar sobre o local afetado em forma de compressa; também pode ser usada na forma de pomadas e ungüentos. (TESKE; TRENTINI, p.44)
o Babosa: é um excelente fitoterápico para casos de queimaduras por excesso de raios X e exposição solar. Aplicar o gel mucilaginoso fresco, diretamente sobre o local afetado. (TESKE; TRENTINI, p.53)
o Alho: usado em casos de picadas venenosas. Macerar um dente de alho com sal e aplicar diretamente sobre o local da picada, o mais rápido possível. Esse procedimento vai fazer com que o veneno seja puxado para fora da pele. (TESKE; TRENTINI, p.33)
o Alecrim: é indicado para casos de contusões e entorses (infuso a 5%). (TESKE; TRENTINI, p.13)


HIDROTERAPIA
A água pode ser usada de diversas formas e para diversos fins. A técnica de utilização da água para fins de promover saúde chama-se Hidroterapia.
O termo Hidroterapia vem do grego, hydor significa água e therapia significa cura. Segundo Moor (1968, p.15), “o uso da água em qualquer de suas três formas: sólida, líquida ou gasosa, interna ou externamente, no tratamento de doenças ou traumatismos” .
A aplicação da água quente ou fria de forma localizada pode produzir uma ação reflexa, interferindo no funcionamento de diversos órgãos e sistemas. Este efeito reflexo acontece através do sistema nervoso.
Em Primeiros Socorros pode-se utilizar a Hidroterapia nos seguintes casos:

o Febre: utiliza-se compressas frias na região da testa (troca-se a compressa sempre que a mesma começar a esquentar, e permanece até a febre baixar. Tem também o banho frio ou imersão das mãos em água fria até a febre baixar.
o Lesões corto contusas/hemorragias: aplicar compressa fria ao redor da lesão para diminuir fluxo sangüíneo.
o Ataque de epilepsia/convulsões/desmaios/insolação: Banho na cabeça com água fria ou tépida, sem molhar a face ou outra parte do corpo durante 10min.
o Fraturas/distensões musculares das mãos e antebraços: Banho alternado das mãos com água quente a temperatura suportável por 4min e água fria a 5ºC por 1min, repetindo de cinco a oito vezes o procedimento. Iniciar com quente e terminar com fria.
o Fraturas/queimaduras: aplicar compressas frias em cima da lesão, trocar assim que começar a esquentar. No caso de queimadura utilizar um pano que não solte fiapos.
o Queimaduras químicas: lavar o local afetado no mínimo por 20min.
o Exposição excessiva ao calor: resfriar a vítima com compressas frias, e em casos extremos fazer imersão da mesma em uma banheira com água fria.
o Exposição excessiva ao frio: banho morno.
o Ataque de asma: Banho quente das mãos de 30 segundos a 2min, repetindo de 5 a 6 vezes. Evitar o contato das mãos com frio durante os intervalos das aplicações.

REFLEXOLOGIA
Os benefícios da Reflexologia são reconhecidos há muito tempo. Na china há 5000 anos já se aplicavam massagens por compressão nos pés, assim como no Egito e Índia acreditava-se que estímulos em determinados pontos dos pés produziam efeitos curativos.
No ocidente a Reflexologia ganhou força através do Dr. Willian Fitzgerald, pioneiro neste tipo de prática e grande divulgador da “teoria por zonas”, que inspirou a fisioterapeuta Eunice Igham a elaborar o mapa dos pés. Eunice Igham concluiu que as zonas dos pés estavam intimamente ligadas aos órgãos, músculos e funções correspondentes.
As zonas são canais de energia vital e estes canais por vezes se obstruem por depósitos de cálcio “cristalino” nos terminais nervosos por congestão, inflamação ou tensão nos caminhos dos nervos. A pressão ou estimulação sobre os pontos reflexos dispersa esses depósitos liberando o bloqueio. Eliminando estas interferências no sistema de “feedback”, a Reflexologia permite ao cérebro detectar com maior eficiência possíveis problemas no organismo e por conta própria, iniciar o processo de defesa. (GILLANDERS, 1999, p. 12) (TADEU, 2002, p. 16)
A Reflexologia pode ser utilizada em primeiros socorros conforme abaixo (as zonas reflexas correspondentes podem ser visualizadas nos ANEXOS A e B):
 Asma - relaxamento do diafragma, coração, pulmões e coluna;
 Desmaios – Estimulação do Plexo Solar, Ponto de Tensão e Hipófise;
 Dificuldades respiratórias – Estimulação pulmão e peito;
 Reações Alérgicas – Massageamento da zona do fígado, vesícula biliar, estômago, pâncreas, instestinos e baço, este último para estimular a imunidade.

REIKI
De acordo com Barnett e Chambers (1999, p.21), o Reiki é considerada como uma terapia alternativa, sua técnica é aplicada em toques suaves pelo corpo em pontos energéticos, desfazendo nós, promovendo relaxamento e ativando o sistema imunológico. São toques de mãos que depois da iniciação do aluno, tornam-se instrumentos direcionadores da energia vital universal chamada de Reiki. Mesmo que a pessoa não seja iniciada, basta conectar-se com uma energia de amor, dentro e fora de si.
A pessoa reikiana possui plenas possibilidades de utilizar a energia em si e em qualquer indivíduo, proporcionando-lhe bem estar, alegria, paz, potencializando seu desenvolvimento em todos os aspectos (culturais, emocionais, de saúde, etc.).
Para se utilizar a energia Reiki basta apenas que a pessoa expresse o desejo de que a energia flua enquanto toca em si ou em outra pessoa, animal, alimento, etc. A energia Reiki ficará fluindo nela e através de suas mãos. Esta energia não gasta, não desgasta a pessoa, não interfere na energia de outra pessoa e ela terá este poder pelo resto de sua vida.
Segundo Kessler (1998, p.25), o Reiki pode ser aplicado em todos os casos de primeiros socorros, porém convém lembrar que quando há um ferimento grave ou se existir qualquer dúvida sobre o estado do cliente, em primeiro lugar deve-se procurar auxílio médico.
Também lembrado que todas as indicações listadas a seguir deve ser precedidas dos primeiros socorros normais aplicáveis.

 Tratamento inicial para vítima consciente ou consciente, mas em estado de choque.
Se a pessoa estiver consciente, pode perguntar-lhe onde precisa de energia vital ou de um toque calmante. Se estiver consciente, mas se mostrar confuso ou estiver em estado de choque, simplesmente coloque suas mãos sobre alguma parte de seu corpo na intenção de transmitir-lhe energia enquanto conversa com ele.
Pode-se começar, por exemplo, pelo plexo solar (chakra próximo do abdome, acima do umbigo) e pelos rins. A aplicação do plexo solar ajudara a retornar a consciência, enquanto nos rins, o Reik combate uma eventual insuficiência renal. Essa última posição é importante especialmente em estado de choque e tem de ser aplicada com a pessoa em decúbito dorsal. Não vire a pessoa como faria num tratamento em circunstancias normais.
Se a pessoa estiver sentada, pode-se colocar uma mão na frente, no plexo solar, e outra nas costas, nos rins. Mais tarde pode tocar os ombros também. Em todo o caso, deixe-se guiar pela intuição." (BARNETT, 1999, p. 65)

 Hemorragias internas e externas
"Hemorragias internas e externas podem ser estancadas com Reiki e a coagulação é acelerada. Para que se possa evitar a formação de hematomas, é necessária a intervenção imediata. Naturalmente, quando houver sangramento externo grave, devem ser seguidos os procedimentos de primeiros socorros, como aplicação de compressas ou torniquetes em último caso. Especialmente hemorragias internas precisam de intervenção medica imediata". (BARNETT, 1999, p. 68)

 Hemorragia nasal
"Hemorragia nasal pode ser tratada da seguinte maneira: Mantenha a cabeça numa posição de 45o (fora da vertical), com uma mão aplique no nariz e com a outra na base da cabeça (nuca e abaixo)". (BARNETT, 1999, p. 69)

 Fraturas e entorses
"Fraturas e entorses (lesões dos ligamentos articulares) podem ser tratados imediatamente, para diminuir o risco de hematomas e inchaço. Pode-se dar Reiki além da aplicação de um saco de gelo na lesão. Trata com cuidado, eventualmente imponha as mãos (sem tocar) por cima da área lesada. Enquanto uma fratura óssea pode ser tratada em caráter emergencial, um tratamento prolongado recomenda-se somente após o endireitamento do osso por profissionais da área medica. A recuperação do osso em posição errada poderia dificultar a correção posterior. Depois que o osso encontra-se engessado na posição regular, o Reiki poderá acelerar muito a recuperação. Quando tratado diariamente, observa-se uma cura em aproximadamente um terço do tempo normal". (BARNETT, 1999, p. 70)

 Lesões no pescoço ou costas
"Não mova a pessoa, especialmente se houver suspeita de lesão no pescoço ou nas costas. Se for impossível aplicar Reiki diretamente no local lesado, aplique através do lado oposto do corpo. Por exemplo, a pessoa esta deitada em decúbito dorsal e as costas estão lesadas na altura lombar, aplique Reiki na frente (abdômen), na altura da lombar". (BARNETT, 1999, p. 72)

 Infartos do miocárdio
"Infartos do miocárdio (ataque do coração) podem ser tratados com Reiki. Na literatura de Reiki, recomenda-se freqüentemente não aplicar Reiki diretamente no músculo cardíaco infartado." (BARNETT, 1999, p. 74)

Resumindo pode-se dizer mais uma vez que o Reiki não possui contra-indicações nem em situações de emergência. Quanto mais rápido se começa a aplicar, melhores e mais profundos são os resultados.

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens : 652
Idade : 36
Data de inscrição : 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum