AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TRATAMENTO COM AS CORES

Mensagem por Sam em Qui Jul 17, 2008 3:17 pm

A Cromoterapia é uma ciência que usa a cor para estabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo, da mente e das emoções.
Vem sendo utilizada pelo homem desde as antigas civilizações, como no Egito antigo, nos templos de luz e cor de Heliópolis, como também na India, na Grecia, na China, onde suas aplicações terapêuticas foram comprovadas através da experimentação constante e verificação de resultados.

Atualmente há estudos onde se determina qual a cor mais adequada para ambientes de estudo, ou de trabalho, ou hospitais,etc. Até nas propagandas o uso de cores é estudado, dependendo do objetivo a que se quer chegar, o público alvo e o produto que está sendo trabalhado.
A Cromoterapia é baseada nas sete cores do espectro solar e cada cor tem uma vibração específica, atuando desde o nível físico até os mais sutis.

Querer catalogar, classificar as cores, é limitar o poder da luz. Cada cor tem uma infinidade de aplicações, pois elas são utilizadas conjugadas a outras energias que estão além dos sentidos, em outras dimensões. Por isso, eventualmente, pode-se usar determinada cor conseguindo-se determinado efeito e, em circunstância diferente, é preciso usar outra até aparentemente antagônica para conseguir o mesmo efeito.
Para cada pessoa deverá ser feita uma sensibilização diferente, pois a cor deverá combinar com as cores dessa pessoa. Não há cor melhor ou pior, mais nobre ou menos nobre, o que pode haver é a cor errada para determinado momento.

Por exemplo: costuma-se catalogar o azul como uma cor calmante e quando um paciente se queixa de irritação, nervosismo, costuma-se pensar em alguma cor dentro dos tons de azul. Mas esse paciente pode estar muito desenergizado, tentando superar essa falta de energia e ficando irritado por não conseguir o desempenho que gostaria de ter. Nesse caso, sua necessidade poderia ser de uma cor energética como o vermelho ou o laranja, quando então se acalmaria.

O cromoterapeuta deve ter formação e visão holística e a sensibilidade desenvolvida para utilizar as cores da forma adequada, ativando as energias que estão deficitárias, ajudando na recuperação de células doentes e contribuindo na indução a melhores hábitos mentais que se traduzirão em melhoria da ação, dos hábitos e da conduta, levando à harmonização e à saúde integral.

Cada parte do nosso corpo esta estritamente relacionada com as cores do espectro, portanto, dependendo da moléstia, necessitamos tratar essa parte com sua cor vibracional correspondente. Por exemplo: diabetes usamos o amarelo por sua ação reativadora e renovadora.
Cromoterapia é um tratamento terapeutico baseado em cores que podem ajudar a curar moléstias que se apresentam em nosso corpo físico.
O ser humano e a natureza necessitam da luz do sol para viverem. Sem luz não há vida e dessa maneira, o homem e a natureza recebem a luz solar e esta se decompõe em sete raios principais que são distribuidos por todos os nossos corpos, físico e energético. Se houver desequilíbrio dessas cores, as doenças refletem-se no nosso corpo físico e adoecemos.

A Cromoterapia, através de suas cores energéticas, reestabiliza o equilíbrio do organismo, obtendo-se, portanto, a cura. No tratamento Cromoterápico, podemos utilizar várias técnicas como fonte de cura ou harmonização: luz do espectro solar, luz de lâmpadas coloridas, alimentação natural, mentalização das cores e ainda contato com a natureza. As técnicas descritas aqui, podem ser utilizadas no tratamento das moléstias conforme tabela (na opção "tratamento").

Luz do Espectro Solar
Para essa técnica utilizamos um copo, garrafa, ou recipiente de vidro transparente, e neste, colocamos água potável, envolvendo-o com papel colorido (na cor recomendada conforme tabela de tratamento).
A exposição ao sol deverá ser de, no mínimo, 4 horas, para que a água possa ser carregada com a energia solar refletida pelo papel colorido.
Deverá ser tomado dois copos de água carregada ao dia, sendo um pela manhã em jejum e o outro à noite antes de dormir. A duração desta técnica de tratamento extende-se até a melhora do sintoma.
Essa técnica também pode ser usada com óleo de amêndoas para massagens locais (apenas uso externo).

Luz de Lâmpadas Coloridas
Nessa técnica utilizamos um bastão com bocal para lâmpada, escolhemos uma lâmpada de 25Watts com a cor estabelecida na tabela de tratamento.
Aplicamos em movimentos circulares, sentido horário, numa distância de 5cm da pele. Essa exposição deve ser por um perído de 5 minutos, uma vez ao dia, até o desaparecimento dos sintomas.

- Aplicação da luz azul para problema muscular
- Aplicação de luz amarela para tratamento do fígado
- Luz azul no tratamento das articulações
- Luz verde para infecções
- Alimentação Natural

Como coadjuvante do tratamento, a alimentação natural tem sua devida importância na harmonização do nosso sistema. Para isso, devemos selecionar alimentos que têm sua cor relacionada com o seu tratamento Cromoterápico. Exemplo: se estiver tratando com a cor amarela, procurar ingerir mais alimentos com essa tonalidade.

Mentalização das Cores
Se você tiver uma certa facilidade em visualizar mentalmente as cores do espectro, poderá ser feita essa mentalização no respectivo local ou órgão pelo prazo de 30 segundos duas vezes ao dia.

Contato com a Natureza
Como nosso corpo físico está estritamente ligado ao nosso campo mental, faz-se necessário que esvaziemos a mente do estresse diário para tanto, o contado com a natureza é uma fonte benéfica para a tranquilização da mente e harmonização do corpo.

Vermelho: Ativador da circulação e sistema nervoso (não utilizado)

Rosa forte: Age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos e artérias e eliminador de impurezas no sangue

Rosa: Ativador, acelerador e eleminador de impurezas do sangue

Laranja: Energizador e eliminador de gorduras em áreas localizadas

Amarelo forte: Fortificante do corpo, age em tecidos internos

Amarelo: Reativador, desintegrador de cálculos, purificador do sistema e útil para a pele

Verde forte: anti-infeccioso, anti-séptico e regenerador

Verde: Energia de limpeza, vaso-dilatador e relaxante dos nervos

Azul forte: Lubrificante das juntas e articulações

Azul: Sedativo, analgésico, regenerador celular dos músculos, nervos, pele e aparelho circulatório

Índigo: Anestésico, coagulante e purificador da corrente sanguínea. Limpa as correntes psíquicas

Violeta: Sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauterizador das infecções e inflamações

Reunimos, em uma tabela, os casos de enfermidades mais comuns e sua recomendação de tratamento. Enfermidades e seu tratamento.

MOLÉSTIA COR

- Indigestão, hepatite, icterícia, fígado, vesícula-biliar, pâncreas, rins, intestinos, espinhas e afecções da pele (Amarelo)

- Asma, bronquite e pulmões (Laranja)

- Problemas sanguíneos, feridas, infecções e cistos mamários (Verde)

- Resfriado, sinusite, infecção do ouvido, estresse, tensão nervosa, reumatismo agudo e articulações (Azul forte)

- Inflamação de garganta, tireóide, prisão de ventre e espasmos (Azul)

- Inflamações dos olhos, catarata, glaucoma, cansaço ocular, epistache (sangramento nasal) e nevralgias (Índigo)

- Incontinência urinária e psicoses (Violeta)

Sam

Feminino
Número de Mensagens: 170
Idade: 33
Localização: Algarve
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Medicina Quântica

Mensagem por Sam em Qui Jul 17, 2008 3:13 pm

Medicina Quântica é o moderno ramo da ciência que tem como base a Medicina Vibracional ou Energética, reconhecida como importante técnica de tratamento para as mais diversas doenças.
A energia vital é o elemento de transmissão e coesão da qual depende a vida e que une o homem à sua realidade física e psíquica, o microcosmo ao macrocosmo. Essa energia vital preserva o delicado equilíbrio que constitui o estado de saúde.
Essa metodologia terapêutica, antes conhecida como Cromoterapia, recebeu o nome de Medicina Quântica na Europa. Ela utiliza a energia colorida para normalizar as funções do organismo, numa relação direta sobre os focos patológicos.

A TRILOGIA DAS CORES
São três as ciências que estudam as cores e conforme o enfoque dado às diversas atuações da energia luminosa, esta recebe diferentes denominações:
CROMOTERAPIA - É a ciência que utiliza as cores do espectro solar para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo atingidas por alguma disfunção.

Vermelho - ativador da corrente sangüínea;
Laranja - revitalizador de ossos e músculos;
Amarelo - regenerador da pele, ossos e músculos;
Verde - antisséptico e estruturador;
Azul - analgésico, calmante e regenerador;
Anil - coagulante (em hemorragias);
Violeta - anti-infeccioso e bactericida (função de antibiótico).

CROMOSOFIA - É a ciência que estuda as cores e sua influência na psiquê humana, através do uso de roupas e de ambientes.
Vermelho - amor, paixão, vigor;
Laranja - alegria, felicidade, juventude, otimismo;
Amarelo - inteligência, intuição, estimulante;
Verde - esperança, amizade, criatividade;
Azul - paz, tranqüilidade, calma, equilíbrio;
Anil - fraternidade, devoção, iluminação;
Violeta - sabedoria, meditação, concentração, espiritualidade.

CROMOLOGIA - É a ciência que pesquisa as cores no campo da Física, sua origem no espectro eletromagnético e suas características como freqüência, comprimento de onda, velocidade, etc.
Vermelho - onda mais longa e de baixa freqüência;
Violeta - onda mais curta e de alta freqüência;
Comprimentos de onda das cores do espectro solar: variam de 4.000 a 7.500 Angstrons;
Freqüências das cores do espectro solar: variam de 400 a 800 trilhões de ciclos/seg; Velocidade: 300.000 Km/seg.
Os orientais afirmam que a vibração das cores equilibra a saúde física e emocional dos seres humanos; e dizem que é uma verdadeira ciência o estudo das cores para todos os setores da vida, seja na Cromoterapia para a cura de doenças, seja na Cromosofia para os ambientes de trabalho, de culto, de hospitais, de escolas, do lar, de roupas, etc.
Por Exemplo: a tonalidade branca em paredes de fábricas causa cansaço visual nos operários, podendo provocar acidentes.
Paredes em tons bege ou cinza tornam o ambiente depressivo.
Os quartos de dormir de crianças devem ser pintados nas cores azul ou verde claros, pois desenvolvem a calma e a tranquilidade, proporcionando um bom sono.

CROMOTERAPIA
A Cromoterapia é uma ciência médica-energética assim como a Homeopatia e a Acupuntura. Ela está fundamentada em três ciências: Medicina, Física e Bioenergética.

MEDICINA - definida como a arte de curar;

FÍSICA - ciência que estuda as transformaçães da energia e principalmente no capítulo dedicado à natureza da luz;

BIOENERGÉTICA - ciência que demonstra a existência do corpo bioplasmático ou bioenergético, analisando a energia vital.

Do ponto de vista da Física, a luz é uma faixa de vibração eletromagnética, com determinado comprimento de onda e frequência, que se move no espaço a uma velocidade de 300.000 km/s.
Assim, cada cor, tendo um comprimento de onda e freqüência característica, vai agir de maneira diferenciada sobre o organismo do ser humano.
O corpo energético é um invólucro sutil que se constitui de energia cósmica ou fluido magnético. Recebeu diversas denominações: Bioplasmico pelos russos; Bioenergético pelos americanos; Duplo-etérico pelas ciências esotéricas. Esse corpo teve evidenciada a sua existência científica através da pesquisa de Semyon D. Kirlian, da Rússia que fabricou uma máquina com a capacidade de fotografar o halo de energia que circunda a periferia do corpo físico, também conhecida como Aura.
Após a descoberta de Kirlian, diversos médicos e cientistas russos fizeram estudos sobre o corpo bioplásmico, chegando à conclusão de que existe um modelo organizador energético que preside à formação do corpo físico e que, portanto, tem condições de regenerá-lo.
Dentre os inúmeros pesquisadores sobre a Energia Humana, destacou-se Wilhelm Reich, psiquiatra austríaco que demonstrou a bioenergética ou a energia da vida.
Foram muitos os cientistas de todas as épocas que tinham plena convicção de que a estrutura humana é composta por outros corpos além do físico. Fazemos referência ao pensamento de algumas personalidades médicas:

IMHOTEP, do Egito. Foi vizir, arquiteto, médico, sacerdote e sábio da época do Faraó Djser ou Zozer (2800 a.C); considerado o "Pai Universal da Medicina". Deixou escritos em papiros os primeiros livros de Medicina. Acreditava na constituição do ser humano como formada por nove corpos, dentre eles o "KA", o corpo de energia.

HIPÓCRATES, médico grego (filósofo-médico/460 a 377 a.C), considerado o "Pai da Medicina Ocidental". Dizia ele que o ser humano possui o "Quid Divinum", ou seja, um fluido ou uma energia que o anima.

PARACELSO, o médico-alquimista - Dr. Theophrastus Von Hohenheim, natural de Eisiedeln, Suiça, que passou à história com o cognome de Paracelso (1493 a 1542). Ele fazia referência à energia do ser humano que chamou de "bálsamo natural". Paracelso modificou o conceito de doença, pois dizia que o estado de saúde era definido como o equilíbrio das energias do indivíduo, e que a doença era o desequilíbrio dessas energias.


Os hindus consideravam que a energia vital, "prana”, é indispensável à vida.
É provável que todos esses pesquisadores estejam se referindo, embora de maneira distinta, a uma mesma força ou energia vital.
O ser humano vive, consciente ou inconscientemente, envolto por um complexo campo de radiações, formando um verdadeiro oceano de energias.

Fonte:

http://www.cromoterapia.org.br/indexx.php?cont=resumo

Sam

Feminino
Número de Mensagens: 170
Idade: 33
Localização: Algarve
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Espectro Solar

Mensagem por Sam em Qui Jul 17, 2008 3:13 pm

As sete cores do arco-íris – Em 1665, quando Isaac Newton tinha 23 anos, a peste se espalhou pela Europa. Para fugir do contágio na cidade grande, Newton passou um ano e meio no campo, na casa de sua mãe. Durante essas férias forçadas dedicou-se ao estudo e à pesquisa por conta própria e fez surpreendentes descobertas que só publicou vários anos depois em seu livro Óptica. Newton dispunha apenas de alguns prismas, lentes e da luz do sol. Fazendo um pequeno furo em uma cortina obteve um feixe estreito de luz que fez incidir sobre o prisma. A luz, depois de passar pelo prisma, projetava sobre a parede oposta uma mancha alongada, com as cores distribuídas do vermelho ao violeta. Esse belo fenômeno acontece quando o sol está relativamente baixo, em um lado do céu, e no outro lado existem nuvens escuras de chuva. "Foi muito agradável", escreveu ele, "observar as cores vivas e intensas, mas logo tratei de examiná-las com cuidado". De cara, ele chegou à idéia de que a luz branca do sol é composta de luzes de todas as cores visíveis. O que o prisma faz é, simplesmente, separar essas componentes. A componente violeta é a mais desviada e a vermelha, a menos desviada. As outras têm desvios intermediários. Tanto se pode dizer que as cores do arco-íris são sete, como cinco, seis, oito, milhares ou infinitas.

Para testar essa idéia, fez a luz espalhada pelo prisma incidir sobre outroprisma, colocado na posição invertida. O segundo prisma juntou de novo as luzes componentes e a luz branca ressurgiu no outro lado. Alguns texto relacionam apenas seis cores: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul e violeta. É muito difícil distinguir mais cores do que essas no arco-íris. A faixa colorida obtida por Newton quando separou as cores da luz do Sol com um prisma é chamada de "espectro da luz solar".Essa separação, ou dispersão, pode ser obtida com um prisma ou com outro dispositivo chamado rede de difração, do qual falaremos em outra oportunidade. Recombinação da luz dispersada. Para ter certeza de sua interpretação, Newton fez uma experiência crucial: incidiu a luz dispersada sobre um cartão com um pequeno furo. Ajustando a posição do furo deixou passar só uma componente (a vermelha, por exemplo). Fez esse feixe incidir sobre o segundo prisma e não observou nenhuma decomposição a mais. O feixe se desviava mas continuava da mesma cor. A luz vermelha não se dispersa. Com essas e outras observações, Newton demonstrou que a luz branca do sol é uma mistura de luzes com as cores visíveis. Cada cor sofre um desvio diferente pelo prisma. Tecnicamente, dizemos que a luz violeta é mais refringente que a vermelha, pois se desvia mais. Ou, em outros termos, o índice de refração da componente violeta é maior que o índice de refração da componente vermelha.

O espectro da luz do Sol, dita "branca", é um contínuo com todas as cores visíveis.

Sam

Feminino
Número de Mensagens: 170
Idade: 33
Localização: Algarve
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Palavra de Condão em Seg Jul 14, 2008 8:14 pm

A aplicação terapêutica das cores pode ser feita das mais variadas formas. É comum associar-se a cromoterapia a outros tipos de terapias holísticas, tais como o Feng Shui ou a terapia dos cristais, através da utilização das cores adequadas aos efeitos que se pretendem tanto na decoração (no caso do Feng Shui), como na cor dos cristais.

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens: 652
Idade: 33
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Palavra de Condão em Seg Jul 14, 2008 8:14 pm

Não se vista de preto, não abuse do vermelho e tire partido do azul.

Porquê? A cromoterapia explica.

Uma cor é a sensação produzida pelo nosso cérebro quando os nossos olhos são estimulados por ondas de luz de determinado comprimento de onda. Ou seja, a cada cor corresponde um comprimento de onda diferente. Cada comprimento de onda actua no cérebro de forma diferente, desencadeando processos distintos. De uma forma geral, podemos dizer que quanto mais curto for o comprimento de onda mais relaxante será o seu efeito. Por seu lado, comprimentos de onda mais longos resultam em sensações de maior excitação.

As cores frias, como o azul e o verde, são as de comprimento de onda mais curto. As cores quentes, como o vermelho ou o laranja são as de comprimento de onda mais longo. Assim, o azul e o verde têm um efeito mais calmante, enquanto o vermelho e o laranja têm o efeito contrário. (Já alguma vez pensou porque é que a decoração dos hospitais e os uniformes dos médicos e enfermeiros são sempre de cores frias?)

Partindo deste princípio, a cromoterapia é a técnica de aplicação das cores com um fim terapêutico. Esta técnica foi estudada e aplicada na antiguidade, na Grécia e no Egipto, e hoje em dia a ciência e a tecnologia permitem um estudo e uma aplicação mais precisos deste tipo de tratamento.

A luz e as cores são vibrações provenientes do Sol, que é a fonte natural de toda a energia luminosa. As cores são variações da frequência das ondas de luz emitidas pelo Sol e, segundo Newton, as cores primárias são sete (as do arco-íris): Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Anil e Violeta. As três primeiras são as chamadas cores quentes, o verde é a cor do equilíbrio, e as últimas três são as cores frias.

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens: 652
Idade: 33
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Palavra de Condão em Seg Jul 14, 2008 8:14 pm

Através da cromoterapia pode-se tratar e até mesmo curar, por assim dizer, "problemas" quotidianos tais como a insónia, o stress, má digestão, etc.

E como? Perguntam vocês e muito bem

Através da observação ou visualização mental constante da mesma cor por um certo período de tempo, que é variável continuamente ou esporadicamente, conforme o caso!

Para, por exemplo, o problema da insónia, se observarmos durante um tempo a cor violeta, que nos transmite uma maior vibração espiritual, alternada com o preto que simboliza a noite e com o silêncio, a sua vertente terapêutica determina o repouso de todos os orgãos e induz ao sono!

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens: 652
Idade: 33
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Palavra de Condão em Seg Jul 14, 2008 8:13 pm

A Cromoterapia é baseada nas sete cores do espectro solar e cada cor tem uma vibração específica.

Cada cor tem uma infinidade de aplicações, pois elas são utilizadas conjugadas a outras energias que estão além dos sentidos, em outras dimensões. Por isso, eventualmente, pode-se usar determinada cor conseguindo-se determinado efeito e, em circunstância diferente, é preciso usar outra até aparentemente antagônica para conseguir o mesmo efeito.

Para cada pessoa deverá ser feita uma sensibilização diferente, pois a cor deverá combinar com as cores dessa pessoa. Não há cor melhor ou pior, mais nobre ou menos nobre, o que pode haver é a cor errada para determinado momento.

O cromoterapeuta deve ter formação e visão holística e a sensibilidade desenvolvida para utilizar as cores da forma adequada, ativando as energias que estão deficitárias, ajudando na recuperação de células doentes e contribuindo na indução a melhores hábitos mentais que se traduzirão em melhoria da ação, dos hábitos e da conduta, levando à harmonização e à saúde integral.

Cada parte do nosso corpo esta estritamente relacionada com as cores do espectro, portanto, dependendo da moléstia, necessitamos tratar essa parte com sua cor vibracional correspondente. Por exemplo: diabetes usamos o amarelo por sua ação reativadora e renovadora.

Cromoterapia é um tratamento terapeutico baseado em corese luzes que podem ajudar a curar moléstias que se apresentam em nosso corpo físico.

O ser humano e a natureza necessitam da luz do sol para viverem. O homem e a natureza recebem a luz solar e esta se decompõe em sete raios principais que são distribuidos por todos os nossos corpos, físico e energético. Se houver desequilíbrio dessas cores, as doenças refletem-se no nosso corpo físico e adoecemos.

A Cromoterapia, através de suas cores energéticas, reestabiliza o equilíbrio do organismo, obtendo-se, portanto, a cura. No tratamento Cromoterápico, podemos utilizar várias técnicas como fonte de cura ou harmonização: luz do espectro solar, luz de lâmpadas coloridas, alimentação natural, mentalização das cores e ainda contato com a natureza.

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens: 652
Idade: 33
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Palavra de Condão em Sex Jul 11, 2008 5:15 pm

AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA:

É a ciência que se utiliza das diferentes CORES contidas no ESPECTRO VISÍVEL e que são decompostas da LUZ BRANCA, para buscar o equilíbrio do SER HUMANO.
Somos LUZ que vibra na mais baixa intensidade, criando as condições exatas para que surja o corpo físico. A aplicação das CORES altera ou mantém as vibrações que nos proporcionam saúde, pela capacidade de regeneração que a energia luminosa possui e a ação vibracional que as CORES nos proporcionam.

LARANJA:

O raio LARANJA é chamado de “raio da sabedoria” por ser resultado da mistura do VERMELHO com o AMARELO, ou seja, uma energia intermediária de grande brilho pela potência dos raios que lhe dão origem. Do AMARELO traz sinais da energia intelectual com muita luminosidade, unido-se á excitabilidade do VERMELHO. É a cor do plano mental.
O LARANJA, por sua natureza quente, dissolve formações dentro e fora do organismo, quer na parte óssea como em cartilagens e outros tecidos, nas glândulas e órgãos em geral. É dilatador de órgãos e de energias, liberador das funções mentais e corporais, estimulando a compreensão. Como alentador, combate a sensação de inércia e ameniza as repressões. Induz a transmutação de energias no corpo.
Em relação ao VERMELHO, o raio LARANJA é uma cor mais doce e, portanto, com possibilidade de usos mais acentuados, principalmente onde o VERMELHO tem contra-indicação. Como o raio VERMELHO, o LARANJA pode ser usado na falta de vitalidade e para acelerar a pulsação sem alterar a pressão sangüínea.

VERMELHO:

É uma cor PRIMÁRIA, isto é, uma cor que se encontra pura na natureza. É considerada a mais positiva, a mais criativa e a mais vital. Por ser quente e pela riqueza dos seus raios caloríficos é chamado de o “pai” da vitalidade.
Fornece um raio que dá energia, saúde, vitalidade, reativação mental e física. É imediatamente absorvido pelo órgão que apresenta casos anêmicos ou possui um baixo funcionamento, proporcionando a sua imediata revitalização. Tem inúmeros usos para poucas exceções.
Atua sempre como energia em expansão, provocando estímulos. Ao expandir-se, ativa o que estava comprimido pelo frio. O calor do VERMELHO é importante para todas as coisas vivas, pois sem ele o frio paralisaria tudo e, sem o calor seria impossível qualquer movimento ou atividade.

AMARELO:

O AMARELO, assim como o DOURADO, simboliza o Sol e significa o poder divino, a iluminação e a imortalidade. Os raios AMARELOS despertam, inspiram e estimulam a mentalidade superior. É o condutor das correntes magnéticas positivas. Propicia o autocontrole, produz efeitos alcalinos (sem eletricidade) que fortalecem os nervos e não é adstringente (não aperta).
Depois da cor BRANCA, a AMARELA é a que mais energia fornece, tornando-se a mais alegre das cores na CROMOTERAPIA. É uma cor morna por estar posicionada junto ao espectro solar, entre os efeitos das cores quentes e o inicio das cores frias. Sendo uma mistura dos raios VERMELHO e VERDE, o AMARELO tem a metade da força estimulante do VERMELHO e metade da capacidade recuperativa do VERDE, por isso tende tanto a estimular as funções quanto a restaurar as células destruídas.
Cor nobre, indica a atividade mental no aspecto físico e energia espiritual na área do Espirito. Em sendo a cor do intelecto, é mais da percepção do que da razão. Ativa nossos sentimentos mais nobres, traduzindo e despertando uma intensa alegria.

VERDE:

É o denominador comum de toda a natureza. É o traço de união entre o homem e a natureza, a cor do equilíbrio entre a natureza física e o espírito imortal e a ativação das nossas potencialidades espirituais. Em nossa vidas, é um agente neutralizador das vibrações inorgânicas (energias) do nosso corpo e que equilibra nosso Sistema Nervoso, transmitindo-nos a consciência da harmonia.
É a cor mais importante na natureza em sentido do equilibro próprio. É uma cor que alivia e acalma tanto física quanto mentalmente e que menos fatiga a vista. O VERDE é uma mistura de AMARELO com AZUL, combinando a sabedoria (AMARELO) com a verdade (AZUL) e, mais ainda, mente e espírito. Situa-se entre o calor e o movimento do AMARELO e, por isto, sugere tão poderosamente o repouso.
A cor VERDE, dentro do Espectro Visível de Cores, é a cor que se apresenta aos nossos olhos com o maior número de tons. Todos os tons de VERDE são energizadores e equilibradores das energias do corpo FÍSICO.

AZUL:

O AZUL é a cor brilhante do céu, é da sabedoria e reflexão, calmante, pacífica e relaxante. É uma cor mental e altamente espiritualizante e, as pessoas nascidas neste raio são mentalmente sensíveis e fazem ligações mentais e espirituais com facilidade. O raio AZUL: se relaciona com todos os aspectos da verdade; estimula a ciência e a invenção; leva ao conhecimento intuitivo; induz ás coisas do Espírito, á lealdade e á confiança.
É um raio frio. Sua luz é adstringente, tranqüilizante e elétrica, com propriedades sedativas e soporíficas. Dentro do aspecto adstringente, com força de contração (encolhimento), reduz a pressão sangüínea, bem como a freqüência das pinçadas oculares e subseqüentemente, qualquer irritação ocular; através da sua luz, tem um efeito tranqüilizante sobre o Sistema Nervoso; e, sua qualidade soporífera torna esta cor como indutora ao s. Além de calmante, é uma cor que tonifica e intensifica qualquer processo de melhora no corpo FÍSICO.

ÏNDIGO:

É o raio da espiritualidade, da devoção, intuição e dedicação. Este raio governa nossos sentidos, encarregando-se de ampliar nossa compreensão, promovendo a mais profunda visão e sentimento das verdadeiras realidades da vida.
É usado como anestésico para evitar a dor, induzindo a anestesia local e ás vezes total. Sua ação anestésica leva a uma certa ou total insensibilidade, devido não à inconsciência, mas antes, a uma elevação da CONSCIÊNCIA.

VIOLETA:

É freqüentemente chamado “raio do poder” por coordenar a Mente Superior. É a cor da CONSCIÊNCIA CÓSMICA, a cor que indica mente livre de preconceitos, capaz de considerar a vida e o Universo sem dogmatismos, observando o passado e o futuro com exatidão, com uma CONSCIÊNCIA de que a vida é eterna e está sempre em evolução. É o purificador ideal e o purificador de idéias, um estimulante para a natureza intuitiva (espiritual).
É uma cor secundária, de caráter fria, ácida, e cor a que tem o raio com o maior poder eletroquímico. É resultante da verdadeira mistura de VERMELHO e AZUL, uma cor de movimento excitante com outra estática e tranquilizadora. O VIOLETA, ao contrário do AMARELO com quem se complementa, é o mais escuro dos raios excluindo-se naturalmente o PRETO. No espectro radiante situa-se no extremo oposto do VERMELHO.

ROSA:

Cor “do amor puro”, da emoção suave que cria a sensação de calma, dentro de uma vibração de alta sintonia e paz. Cor da doação por excelência, de todo bom sentimento de amor e benéfico por natureza, pois emitimos o raio ROSA quando pensamos naqueles que amamos, desde que o façamos com amor. É semelhante ao adoçar.
É a cor da união entre dois seres que se unem e se amam. A cor do ato sexual procriador, com amor e responsabilidade da criação. As pessoas que entendem a vida e tem noções de amor e responsabilidade concebem filhos no raio ROSA.
Por excelência, é utilizada para acalmar qualquer processo desequilibrador de energias e como preparadora do local que irá receber as outras cores energéticas necessárias. Os tons de ROSA são imensamente variados e é transformadora de energias pesadas em energias leves, doces e ternas.
Em suma, o ROSA entra em todo e qualquer órgão FíSICO com o poder de transformá-lo positivamente, independente da vontade do paciente ou do aplicador. Portanto, é a única cor que transforma o SER HUMANO.

Palavra de Condão
Admin

Feminino
Número de Mensagens: 652
Idade: 33
Data de inscrição: 19/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Aandros em Dom Maio 18, 2008 10:51 pm

Obrigado por este post Sónia. Queria tê-lo feito há algum tempo. Tiraste-me o trabalho. hihihihi.
A Doreen Virtue fala muito da luz do sol e que é importante durante as várias fases do dia.
Num dos contactos com os seus anjos, ele falou-lhe do mesmo que tu e mesmo de Isis , Osiris e de Toth que foi também, Pitágoras noutra encarnação (decidiu experimentar a vida humana. hihihihihi)
A luz matinal laranja-dourado desperta os sentidos e as hormonas, energizando o corpo para o dia inteiro, a luz do meio do dia mantém o corpo activo e alimenta-o com os raios de que falaste. A luz do pôr-do-sol prepara o corpo para uma noite bem relaxada e bem dormida. A luz da lua e das estrelas traz a magia e a energia etérica.
O que se passa hoje em dia é que nunca recebemos o sol ou a lua directamente na nossa pele. Estamos sempre em ambientes fechados. É que, mesmo através dos vidros, a luz é filtrada perdendo o poder de acção.
Saímos de casa e metemo-nos no autocarro ou no carro e depois passamos o dia dentro de outras instalações, onde trabalhamos ou estudamos. Perdemos o contacto com Deus e os seus raios divinos ( não estou a chamar Deus ao Sol) Deus somos nós como um todo, e o sol incluido.
A parte mais importante é saber expor-se ao sol. Em demasia provoca o cancro, em carência provoca outros cancros. Somos mortos por termos cão e por não termos. O melhor é mesmo perguntar ao médico que tempo de exposição aconselha. Mas por favor apanhem sol, de preferência sem óculos de sol, para que chegue bem fundo na alma.
Um exercício que proponho. Apanhem sol nas palmas das mãos, levem-nas ao chacra do cardíaco e digam qualquer coisa depois. Analisem o que sentem e aí saberão. O sol é...


Abençoados sejam.
Pensamentos tornam-se coisas. Pensem só coisa boas.

Aandros

Masculino
Número de Mensagens: 15
Idade: 38
Localização: Gaia
Emprego/lazer: Designer de moda
Data de inscrição: 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

AS CORES NA SAÚDE HUMANA - A CROMOTERAPIA

Mensagem por Sonia em Seg Maio 12, 2008 10:28 pm

A Cromoterapia é a ciência que utiliza a cor para estabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo, da mente e das emoções.
O ser humano e a natureza necessitam da luz do sol para viverem. Sem luz não há vida e dessa maneira, o homem e a natureza recebem a luz solar e esta se decompõe em sete raios principais que são distribuidos por todos os nossos corpos, físico e energético.

Se houver desequilíbrio dessas cores, as doenças refletem-se no nosso corpo físico e adoecemos.
Atualmente há estudos onde se determina qual a cor mais adequada para ambientes de estudo, ou de trabalho, ou hospitais,etc. Até nas propagandas o uso de cores é estudado, dependendo do objetivo a que se quer chegar, o público alvo e o produto que está sendo trabalhado.

Para cada pessoa deverá ser feita uma sensibilização diferente, pois a cor deverá combinar com as cores dessa pessoa. Não há cor melhor ou pior, mais nobre ou menos nobre, o que pode haver é a cor errada para determinado momento.

--------------------

Cromoterapia no Egito

Os papiros contam que o Deus Thot era o mestre das cores, e que ele as utilizava com a finalidade de curar e de despertar as faculdades espirituais. A cor amarela de Ísis estimulava o mental, enquanto que a cor vermelha de Osíris aumentava a força vital.



Cromoterapia na China

Os chineses da antiga China utilizaram sobretudo as cores no diagnóstico das pertubações da saúde e na dietética. O diagnóstico chinês compreende quatro fases importantes: a observação, a auscultação, o questionário e a palpitação. Na fase importante da observação, o prático nota cuidadosamente a tez e as colorações do rosto:

- o excesso de vermelho corresponde a uma pertubação do coração;
- o excesso de amarelo corresponde a uma pertubação do baço;
- o excesso de branco corresponde a uma pertubação dos pulmões;
- o excesso de negro ou escuro corresponde a uma pertubação nos rins;
- o excesso de verde corresponde a uma pertubação do fígado.

As 5 cores patológicas ligam-se a teoria chinesa dos 5 elementos: a madeira, o fogo, a terra, o metal e a água.
Como na Índia, a China desenvolveu um sistema completo de yoga corporal e energética chamada Chi Kung. Os mestres dessa arte dizem que, num certo nível de prática, certas cores aparecem diante das pálpebras fechadas. Essas cores tem uma significação; elas indicam os problemas físicos ou mentais do praticante. É razoável pensar que foi dessa maneira que foram descobertas certas propriedades terapêuticas das cores. Nesse método dos Chi Kung, as cores também são utilizadas em visualização, usando certos circuitos definidos no interior do corpo e, em particular, os meridianos "curiosos" da acupuntura chinesa.



Cromoterapia na Grécia e no Império Romano

A helioterapia (ou método de cura pelos raios solares) era muito utilizada pelos terapeutas dessa época; infelizmente, restam poucos documentos precisos sobre as práticas exatas, da mesma forma que sobre as medicinas druídicas e sobre as dos índios da América do Sul, que também usavam as cores e sua relação com as posições planetárias do dia do nascimento (astrologia medicinal).



Cromoterapia na Índia

Esse país foi o que melhor contribuiu para a descoberta das leis sutis da cura, e em particular, da cromoterapia. Duas grandes correntes marcaram sua história: a via do Tranta (a da experiência) e a via de Shankara e Patanjali (a da ascese). Esses iogues consideram o homem como uma parte do universo capaz de realizar sua identidade com esse mesmo universo (estado de consciência chamado Samadhi). Nesse estado, numerosos sábios (rishis) dos tempos védicos compreenderam, por intuição, as leis da cura física e mental colocando as bases da ciência médica ayurveda. Essa ciência antiga, ainda pouco conhecida no Ocidente, compreende a terapia das plantas, a dietética, a massagem, as limpezas internas, a respiração, o uso dos sons (nada-yoga), assim como a cromoterapia.
Para os terapeutas hindus, a cor é ao mesmo tempo objetiva e subjetiva. A cor age sobre o corpo sutil do homem num nível de energia que toca ao mesmo tempo o mental e o físico. Esse corpo de energia sutil foi posto em evidência, de uma forma quase científica, pelo pesquisador russo Kirlian, que conseguiu cristalizá-lo sobre a fotografia.
Esse corpo de energia sutil parece estar em íntima relação com o sistema endócrino do homem. O controle desse corpo energético se efetua graças a centros que a tradição chama de chakras. Uma teoria bem próxima da acupuntura chinesa, afirma que a corrente eletromagnética terrestre entra nos chakras dos pés, depois sobe ao longo do sistema nervoso espinhal, onde pára a um certo nível marcando a evolução do indivíduo. Para a tradição hindu, os seres humanos que ultrapassam o chakra da garganta são pessoas muito excepcionais, capazes de se autocurar e de curar os outros. Quanto mais a circulação da energia se relenta nos canais sutis, mais o homem se torna materialista.
De acordo com a medicina tradicional indiana ayurvédica, cada um desses centros de energia pode ser tratado em certas pertubações físicas particulares. Os textos antigos afirmam que as cores e os sons desempenham um papel importante no equilíbrio do corpo sutil do homem e, igualmente, sobre sua saúde."

Fonte de Consulta:
Cores para a Sua Saúde
Autor: Gérard Edde
Ed. Pensamento


---------------

As cores e seus significados

.. Vermelho: Ativador da circulação e sistema nervoso (não utilizado).

.. Rosa Forte: Age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos e artérias e eliminador de impurezas no sangue.

.. Rosa: Ativador, acelerador e eleminador de impurezas do sangue

.. Laranja: Energizador e eliminador de gorduras em áreas localizadas.

.. Amarelo Forte: Fortificante do corpo, age em tecidos internos.

.. Amarelo: Reativador, desintegrador de cálculos, purificador do sistema e útil para a pele.

.. Verde Forte: Anti-infeccioso, anti-séptico e regenerador.

.. Verde:Energia de limpeza, vaso-dilatador e relaxante dos nervos.

.. Azul Forte: Lubrificante das juntas e articulações.

.. Azul Forte: Sedativo, analgésico, regenerador celular dos músculos, nervos, pele e aparelho circulatório.

.. Índigo: Anestésico, coagulante e purificador da corrente sanguínea. Limpa as correntes psíquicas.

.. Violeta: Sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauterizador das infecções e inflamações.


O desequilíbrio e suas cores
.. Amarelo: Indigestão, hepatite, icterícia, fígado, vesícula-biliar, pâncreas, rins, intestinos, espinhas e afecções da pele.

.. Laranja: Asma, bronquite e pulmões.

.. Verde: Problemas sanguíneos, feridas, infecções e cistos mamários.

.. Azul Forte: Resfriado, sinusite, infecção do ouvido, estresse, tensão nervosa, reumatismo agudo e articulações.

.. Azul Forte: Inflamação de garganta, tireóide, prisão de ventre e espasmos.

.. Índigo: Inflamações dos olhos, catarata, glaucoma, cansaço ocular, epistache (sangramento nasal) e nevralgias (Índigo).

----------------

Aplicação de Luz

Luz do Espectro Solar
Para essa técnica utilizamos um copo, garrafa, ou recipiente de vidro transparente, e neste, colocamos água potável, envolvendo-o com papel colorido (na cor recomendada conforme tabela de tratamento).
A exposição ao sol deverá ser de, no mínimo, 4 horas, para que a água possa ser carregada com a energia solar refletida pelo papel colorido.
Deverá ser tomado dois copos de água carregada ao dia, sendo um pela manhã em jejum e o outro à noite antes de dormir. A duração desta técnica de tratamento extende-se até a melhora do sintoma.
Essa técnica também pode ser usada com óleo de amêndoas para massagens locais (apenas uso externo).
Luz de Lâmpadas Coloridas
Nessa técnica utilizamos um bastão com bocal para lâmpada, escolhemos uma lâmpada de 25Watts com a cor estabelecida na tabela de tratamento.
Aplicamos em movimentos circulares, sentido horário, numa distância de 5cm da pele. Essa exposição deve ser por um perído de 5 minutos, uma vez ao dia, até o desaparecimento dos sintomas.
- Aplicação da luz azul para problema muscular
- Aplicação de luz amarela para tratamento do fígado
- Luz azul no tratamento das articulações
- Luz verde para infecções
- Alimentação Natural
Como coadjuvante do tratamento, a alimentação natural tem sua devida importância na harmonização do nosso sistema. Para isso, devemos selecionar alimentos que têm sua cor relacionada com o seu tratamento Cromoterápico. Exemplo: se estiver tratando com a cor amarela, procurar ingerir mais alimentos com essa tonalidade.

Mentalização das Cores
Se você tiver uma certa facilidade em visualizar mentalmente as cores do espectro, poderá ser feita essa mentalização no respectivo local ou órgão pelo prazo de 30 segundos duas vezes ao dia.

Contato com a Natureza
Como nosso corpo físico está estritamente ligado ao nosso campo mental, faz-se necessário que esvaziemos a mente do estresse diário para tanto, o contado com a natureza é uma fonte benéfica para a tranquilização da mente e harmonização do corpo.

Sonia

Feminino
Número de Mensagens: 57
Idade: 27
Localização: Vila nova de Gaia
Data de inscrição: 25/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum